o peso de um sobrenome

Uma das coisas que mais combato na minha vida é o (pré) julgamento... na verdade não me importo muito com o que as pessoas pensam sobre mim, se concordam com meu jeito, com o que penso, mas confesso que me chateia quando as pessoas dizem "quando eu sabia que você era filha do teu pai, achei que você era metida, hoje que te conheci, vejo que não é nada daquiilo"...
Esse é meu ponto! Por que as pessoas pré julgam umas as outras baseadas no que ouvem (dos outros), do que parece, do que vestem, de como está a cor do cabelo.. ou pior (no meu caso) de quem ela é filha!!!
Pra quem não entende meu ponto, meu pai foi (sim, foi, ele já faleceu ha mais de 9 anos) pastor de uma grande igreja, e ser filho de pastor, ou seja, de uma pessoa pública, pode ser igualmente uma bênção e/ou uma maldição... porque as pessoas não pensam em te conhecer, elas não tentam te conhecer, elas acham que JA te conhecem, pelo conhecimento que tem do teu pai.. mãe, tia, tio, irmão... escolha o seu...

Há a mania (feia) de achar que 'filho de pastor' tem que dar exemplo', como se a pobre criatura fosse 'alguem' pra isso! O engraçado (sqn) é que quando pensamos em ter algum tipo de regalia na igreja pela fato de ser filha (o) de pastor, a galera grita de cara! "você nao é ninguém"... ah ta, mas sou 'alguém' pra ter que dar 'bom exemplo! Vivi isso quase uma vida inteira...

Claro que a gente entende que sendo meu pai um pastor, um ministro, alguém publico a gente tenta ajudar a não manchar a imagem dele.. mas por amor a ESSA PESSOA não aos outros!! as pessoas vão sempre achar um defeito, em tudo!! (ops,  não... nunca em si mesmas)... 

Eu amo meu pai e tenho muito orgulho de ser sua filha, principalmente porque ele deixou um bom legaldo, um bom exemplo a ser seguido... não foi perfeito, não mesmo, mas tenho orgulho sim!! O que eu não achei que fosse acontecer é que essa 'perseguição' me seguisse mesmo tantos anos depois da suas morte, essa mania boba das pessoas de  me apresentarem como 'filha do Pr. Jessé'... opa. sou filha dele sim, mas antes de tudo eu sou a CARLA, tenta me conhecer um pouquinho que você vai gostar (ou não )... 

Sentia um peso tão grande nisso que parei de usar o sobrenome do meu pai por um tempo... ai parei... quer saber? Olha ai minha cara de preocupada... eu me considero uma pessoa muito legal e amiga, quem perde, é você!

E assim usamos a mesma idéia pra muitas coisas... Olha o nome, o sobrenome, a cara, a cor, o sexo.. não serve de nada! Tenta conhecer a PESSOA e quem ganha é só você...

E desculpa ai, aos incomodados de plantão...eu NAO vou tirar o sobrenome do meu pai da minha certidao de nascimento porque você quer, ou porque te incomoda, ou porque lembra do teu pastor, do teu pai... ai ai ai... O psicologo taí pra ganhar dinheiro exatamente com esse tipo de situação... nééééééééééé???
hehe, bjao e bom dia!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Carlinha com bicho-carpinteiro © 2011 | Designed by Ibu Hamil, in collaboration with Uncharted 3 News, MW3 Clans and Black Ops