abrindo o coraçao... mentes doentias


Olha quero abrir meu coraçao aqui e fechar uma conversa que nao quero mais levar adiante...
Esses dias coloquei no facebook, 2 situaçoes que aconteceram comigo aqui em Madri e que me deixaram bem chateada... na verdade, quando escrevi estava simplesmente abrindo meu coraçao e botando pra fora, mas acaba dando uma reaçao tao grande que a gente até se assusta... principalmente porque surgem "pontos-de-vista" de todos os tipos e até mais julgamentos entao, vou escrever aqui realmente a forma como penso de tudo isso e vou parar! o Facebook é uma rede de "amigos" (teoricamente), mas tem muita coisa que nao vale a exposiçao!

Olha, quando a gente fala de PRECONCEITO RACIAL (especificamente aqui)a idéia é sempre a mesma... "ALGUEM NAO GOSTA DE NEGROS OU BRANCOS"... mas esse é um engano quase infantil... nao gostar de "negros" ou "brancos" nem é preconceito, é desumano.. o negocio pra mim é muito mais sutil e muito mais letal porque vem disfarçado de "mal entendido", "ponto-de-vista", "brincadeira"... soh que no fim é tao horrivel quanto, ou pior...

Sabe, eu sofro preconceito desde muito tempo, ainda adolescente uma mae de um "quase namorado" disse que nao me queria com ele porque eu era "negra e pobre", outra disse que o problema é que eu era "negra e rica" (hehe, nunca se definiram na minha classe social.. hahahaha)... e quem me conhece, ou basta olhar meu blog e ver minhas fotos, vai se dar conta que eu nao sou "negra"(pele negra) entao a primeira idéia vai ser pensar em "exagero"... mas vou começar dizendo uma coisa que digo sempre: "soh sabe exatamente o que é, quem vive ou sente na pele"... deixa eu mostrar como a mente preconceituosa, doentia funciona:

- Se a pessoa é negra, casa com negro e tem filhos negros - ninguém acha nada demais, "natural, afinal, tudo normal"


- Se a pessoa é branca, loira de olhos verdes/azuis e casa com alguém loiro, de olhos verdes/azuis e tem filhos loiros de olhos verdes/azuis - ninguém acha nada demais,a final "normal, o olho claro é de familia mesmo... sao lindos, como anjos!!"

- Se a mulher é branca, casa com homem negro e tem filhos "mestiços" (por favor, nao pensem na nomenclatura correta, nao faz diferença aqui) - as pessoas jah pensam que ela é quase uma "heroina" que passou pela dificuldade das diferenças e preconceito e vive rodeada de uma "raça" que nao é a dela...

- Se o homem é negro e casa com mulher branca e tem filhos mesticos - "alguma coisa ele tem pra dar", "de repente é jogador de futebol", rico (com certezaaaaa), e "que coragem dessa mulher"...

- Mas quando a mulher é morena, tem pele morena, "marron" ou "parda" se preferir, ou até negra, casou com homem branco e teve filhos brancos AIH entrou o problema... "nao é normal..." "alguma coisa aconteceu" e AIH, nesse ponto entra o ponto grande de preconceito em que eu me enquadro... vivo essa idéia ha muito tempo, ouço as brincadeiras ha muitos anos e até rio também mas muitas vezes, nao acho nada engraçado... e quando digo que meu marido é italiano (ele tem dupla cidadania), a brincadeira mais comum é: "a negguinha conseguiou fisgar o europeu".. " vamos ver no que vai dar essa mistura"... e nao que nao seja realmente uma "brincadeira" - deixa eu explicar pq senao vao dizer que eu to sendo exagerada na net... Acredito que alguns soh brinquem mesmo, principalmente se tem intimidade com o casal, mas muitos se escondem nas brincadeiras e mostram o que tah no coraçao de verdade...e essa brincadeira, seja ela simples ou nao, soh mostra o que as pessoas realmente pensam a respeito e embora nao pareça é SIM PRECONCEITO!!! 

Quando fiquei gravida pela primeira vez, as questoes; "vamos ver que cor vai sair" (o mais  ouvido) e devo confessar, eu mesma ficava pensando... serah que o Pedro serah moreninho ou loirinho?? e ele nasceu moreno de cabelos escuros, como eu... "normallll", "tua raça é forte", hehe, e a gente até ri da brincadeira, mas tao entendendo jah meu ponto de vista??? ha quantos anos e jah quantas pessoas jah disseram e repetiram a mesma frase pra nos??? e aih veio minha segunda gravidez e eu sabia que era uma menina... novamente a pergunta que nao queria calar: "vamos ver que cor vai sair" e ela nasce, loira, de olhos azuis (exatamente igual ao pai) mas o que mais ouço? "como voce CONSEGUIU" ter uma filha assim loirinha?? sentiu a maldade no "conseguiu"? uma pessoa morena pode ter filhos morenos (nunca perguntaram pro Paulo como ele conseguiu ter um filho moreno, era "obvio"), mas eu virei "aberraçao" ou "heroina" (uma brasileira negra, uma vez me mostrou para outra numa festa de criança dessa forma: "olha essa filha é dela!! como ela conseguiu?" - imagina minha cara)...

Desculpa, tah achando isso tudo muito exagerado??? Mas a Tallulah nasceu na Europa, na Italia, tem cara de europeia e a mae (eu)com cara de brasileira e sempre que eu sai com ela... sempre (sem o Paulo) muito vinham me perguntar: "como pode uma menina tao branquinha ser tua flha?"... "como voce conseguiu ter uma filha assim branquinha?" e sinonimos vao... aqui na Espanha, quando vou numa praça com meus filhos (porque o Pedro tem cabelo preto mas a pele bem branca), muitas pessoas nem disfarçam e olham pra eles e pra mim de CIMA a BAIXO, me mandam fazer coisas , reclamam que estou agindo de "forma errada".. se eu digo que eles sao italianos a contra-pergunta sempre vem. "mas tu? é de onde? porque..." bem assim... bem assim!!! o Pedro aprendeu uma coisa na escola lah na Italia que tah sendo dificil tirar da mente dele (eu digo que aprendeu lah porque ele veio com isso um dia da aula e NUNCA se citou esse tipo de coisa em casa, cheguei a conversar com a professora sobre isso e ela disse que é comum lah - mas nao toleravel na escola): "eu e a Tallulah somos rosa e tu é marrom mae.. por que?"..."aquele menino é rose e aquele é marrom" (olha como isso começa cedo!!!)

Todas essas ideias acima e historias nao sairam da minha cabeça, foi o que vi, ouvi e li nos ultimos anos, é o que as pessoas dizem pra mim, na minha cara, por tras, no olho... nao é "ponto-de-vista"... as pessoas sao muito preconceituosas.. racistas mesmo, eles conhecem as diferenças entre as raças mas nao admitem a mistura entre as raças... "a nao ser que tenha uma razao pra isso"...E quando falamos, tentamos debater, expor as pessoas acham que é algo simples, "é assim mesmo", "esquece", "nao dah bola", "olha pro outro lado" e até é mesmo, se isso nao acontecesse todos os dias e se nao trouxesse junto algum tipo de problema... se nao te negassem atendimento em algum lugar, se nao desconfiassem dos teus documentos, se nao deixassem de te atender no teu proprio banco, se nao te pedissem documentos com "filiaçao" das crianças soh pra confirmar, se nao deixassem teus filhos brincarem com os filhos deles, se nao parassem de peguntar "como vc conseguiu ter uma filha dessa cor"... mas nao é tao simples.. nao é mesmo...


Eu me costumei a saber exatamente como responder aos insultos, as provocaçoes, jah chamei advogado, jah denunciei tantos quantos me chamaram de "estrangeira", tenho meus documentos sempre ao alcance das maos mas certas coisas cansam e chateiam... e sofrer preconceito nao é algo que se deva "olhar pro outro lado", nem "rir", nem "nao dar bola"... nao é besteira, é serio, machuca, chateia e cansa... seja o grande, escancarado, feio, ou o"inocente", de "brincadeira" e mais uma vez... SOH ENTENDE QUEM SENTE.. SOH SABE O QUE é QUEM PASSA o resto é pensamento, julgamento..


Claro que nao vou deixar de viver por causa disso, mas fica aqui meu pensamento, minha reflexao.. talvez voce nao se ache "preconceituoso" mas se voce jah pensou assim, ou jah se viu em alguma situaçao acima seja seria ou de brincadeira, talvez voce tenha sido infectado por essa "bacteria" e te peço que lute contra enquanto ainda tem tempo, busque mudar sua forma de pensar e lute contra o preconceito, em qualquer forma com todas as suas forças!!!


E MINHA IDEIA NAO FOI LANCAR POLEMICA NEM NADA, SOH ABRI MEU CORACAO E DEU, uma situaçao que passei, me chateou mas nao quero mais falar sobre isso, soh dah cada vez mais mal entendidos...Vou terminar aqui com uma brincadeira que eu fiz com fotos que mostra bem como eu penso... BOM DIA a todos!

4 comentários:

  1. Marilia Neumann disse...:

    Nossa, quando li o seu post, senti que em algum lugar no mundo alguém me entendeu finalmente! Eu passei por isso a vida toda no Brasil, no Rio de Janeiro, e digo sem medo, a cidade mais racista do Brasil, seguida de São Paulo. E quando as pessoas dizem que piadas preconceituosas ou comentários não são nada demais, eu digo que é porque não foi com elas, não passaram por isso então não podem julgar o impacto daquelas ações na nossa cabeça. Eu sou negra, mas no Rio, eles gostam de dizer morena pra não me "ofender" e sou casada com um alemão, e sinto que muita gente julga dessa maneira "Ah uma neguinha fisgou um alemão, que clichê!" Concordo contigo que as pessoas são maldosas mas vestem uma mascara de descontração que não tem cabimento. Ótimo post! Um abraço

  1. Marilia Neumann disse...:

    Só pra corrigir, maudosas...rsrs

  1. Carla Siciliani disse...:

    olha!!! ua, q bom saber tbm q existem outras q tbm pensam como eu.. achei q todo mundo tava me tirando pra "neurotica do seculo".. hehe... mas sabe, muitas pessoas tem se questionado sobre pensamentos e palavras ( me disseram) entao, valeu o desabafo!!!!!!!!!! bjao!

  1. KKakau Kkakau disse...:

    Rsrsrs to cansada de ouvir assim nossa você e bem"Morena"e seu marido e bem branco meu meu namorido rsrs o pai e italiano e a Mãe alemã eu sou negra o Brasil e o país mais preconceituoso do mundo o que mais fico indignada que tentao esconder camuflar eu oodeio ouvir assim:nossa homem loiro dos olhos azuis gostam de "morenas"assim né aff quando estou de bom humor eu levo na esportiva mais quando estou de PA virada e a pessoa que fala isso for Branca e mulher eu digo assim e vdd eles gostam mesmo por as negras são mais quentes as brancas são frias 😂😂sei que não devo falar assim com as pessoas mais tudo tem limete eu to cansada disso de coração viu😢😢😢😢

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Carlinha com bicho-carpinteiro © 2011 | Designed by Ibu Hamil, in collaboration with Uncharted 3 News, MW3 Clans and Black Ops